Terapeuta Ocupacional orienta famílias de crianças com Microcefalia durante ação beneficente

Terapeuta Ocupacional participa de ação que presenteou crianças portadoras de Microcefalia em Cuiabá

Terapeuta Ocupacional orienta famílias de crianças com Microcefalia durante ação beneficente

 

 

 

 

  Por Márcia Martins

 

 

 

Na tarde do último dia 08 de dezembro, a terapeuta ocupacional Larissa Marques, esteve no Bairro Village Flamboyant em Cuiabá, para participar do encontro de Amigos Solidários: um grupo de homens e mulheres que está unido há quatro anos, com o intuito de ajudar o próximo. O grupo realiza oficialmente, quatro ações de caridade por ano, na última deste ano, resolveram presentear crianças com Microcefalia, com brinquedos escolhidos adequadamente para a especialidade delas.

 

 

 

Na ocasião, o grupo levou o Papai Noel para entregar pessoalmente os presentes para a criançada. A terapeuta ocupacional Larissa Marques, que inclusive já acompanha alguns casos de Microcefalia - também foi convidada para apadrinhar uma criança e explicou que é extremamente importante estimulá-las no brincar, tendo em vista que é no brincar que a criança se desenvolve, amplia as relações e aprimora o desenvolvimento neuropsicomotor.

 

 

 

A profissional informou que um dos focos da Terapia Ocupacional, principalmente na primeira infância é importância do desenvolvimento pelo brincar. “Somos grandes conhecedores dessa área de se estimular uma criança através de um brinquedo”, disse a terapeuta ocupacional - responsável por orientar os demais padrinhos da iniciativa - na compra dos brinquedos. No dia do evento, Dr. Larissa ficou a disposição, orientando as mães e padrinhos- sobre o melhor posicionamento para que a criança se interessasse pelo brinquedo. Quais as formas de posicionar para favorecer para que a criança pegasse no brinquedo.

 

 

 

“Estive lá para fazer as orientações nesse sentido. Foi um evento muito importante, feito com todo amor pelos Amigos Solidários. Um momento extraordinário para levantar a ausência do estado, na assistência a crianças com Microcefalia. A maior parte das famílias é de baixa renda e a maioria das crianças está sem assistência. E isso é muito sério”, alertou a terapeuta ocupacional ao acrescentar que o evento foi fundamental para confraternizar e sanar dúvidas, entre as mães dos portadores da doença.

 

 

 

Entenda o que é Microcefalia

 

 

 

A microcefalia é uma doença em que a cabeça e o cérebro das crianças são menores que o normal para a sua idade, o que prejudica o seu desenvolvimento mental, porque os ossos da cabeça, que ao nascimento estão separados, se unem muito cedo, impedindo que o cérebro cresça e desenvolva suas capacidades normalmente.

 

 

 

 A criança com microcefalia, pode precisar de cuidados por toda a vida, mas isso é normalmente confirmado depois do primeiro ano de vida e irá depender muito do quanto o cérebro conseguiu se desenvolver e que partes do cérebro estão mais comprometidas.

 

 

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) já contabilizou pelo menos 60 casos confirmados de microcefalia em Mato Grosso desde que surgiu o surto da doença.

 

 

 

 

 

 

 

Os casos confirmados foram detectados em 17 municípios: Cáceres (4), Campinápolis (1), Cláudia (1), Comodoro (1), Cuiabá (15), Juara (1), Lucas do Rio Verde (1), Peixoto de Azevedo (1), Porto dos Gaúchos (1), Primavera do Leste (1), Rondonópolis (18), São José do Povo (1), Sapezal (1), Sinop (1), Sorriso (3), Tapurah (1) e Várzea Grande (4).

 

 

 

 


Voltar
Portal Transparência
Boletim Informativo Cartilha de Controle Social Estágio Não Obrigatório De carona com o fiscal

AGENDA DE EVENTOS

MAIS EVENTOS >

O Crefito-9 é mero divulgador do conteúdo publicado aqui: não nos restando responsabilidade, compromisso ou parceria com as publicações.

ENQUETE

Como garantir valorização e dignidade profissional?

Mudanças da legislação

União da categoria

Evitar privatização do SUS

CAMPANHAS E SERVIÇOS DO COFFITO

Transparência Fale Conosco Ouvidoria
Copyright © 2012 CREFITO-9 - CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 9ª REGIÃO